Páginas

O traje

Durante o curso de iniciação, o participante vai observar elementos externos ao clown; a roupa é um deles, é o complemento essencial. Como dizia Burnier (2001), do nosso ponto de vista, a roupa é a segunda pele, mas para o “clown” é a própria pele. Peço aos alunos que fiquem atentos à roupa, pois ela pode aparecer de várias formas, algumas vezes a roupa escolhendo o clown. A cobertura da pele de clown é um aspecto permeado de simbologia para aquele que a usa, pois este primeiro traje tem elementos permeados da memória da iniciação, é um símbolo, é o ponto de familiaridade entre o fora e o dentro. A roupa protege do exterior e o revela, como uma máscara; o corpo se cobre ao mesmo tempo em que se descobre em si mesmo para mostrar.

Imagem por Ana Wuo.
Clowns iniciados no 2º semestre de 2007 na disciplina AM-034.

12 comentários:

Mr Lee disse...

Enjoy your blog.So kind.Good luck!
We hope that we will have the opportunity to make friends with you.
We invite you to come to our blog. You are welcome any time.

http://www.china-cutter.blogspot.com/

Mr Lee disse...

Thank you so much for your encouragement on our blog.
Welcome to our blog usually.
Look forward to further communicating with you.Good luck!

Picles disse...

de fato a criação do traje é uma descoberta de diversos pontos que a gente não conhece dentro de si.

Rafa disse...

a criação.....mas os complementos são essenciais pra formação dos "paspalhos.....

Larissa disse...

Olá Prof Ana Wuo e Prof Maza,

Gostaria de agradecer muito, muito mesmo pela força que vocês me deram semana passada. Parece que não vai ter jeito, não fui a escolhida para o intercambio, mas vou fazer de tudo para lutar contra essa injustiça e essa politicagem que acontece na nossa universidade e tentar de novo em um outra oportunidade.

Mas quero agradecer muito a vocês duas pela compreensão do momento difícil que foi aquela quarta-feira.

Tive a certeza que essa disciplina "Linguagem e aprendizagem de Clown em espaços públicos" além de muito bem estruturada, pautada em um metodologia profunda e disseminadora de muita alegria, é realmente um espaço de humanidade, compreensão e respeito pelo próximo. Obrigada!

Meu clown está dentro de mim muito triste por não ter participado da aula...deve ter sido um momento muito importante do processo...ele está ansioso por nascer...

Beijos
Larissa

laura disse...

Vejo clown em toda parte. Outro dia uma amiga estava com uma blusa cheia de "coisinhas" na manga..."pensei, seria perfeita para minha roupa de clown", como somos clown sem saber...

Ana Wuo disse...

Laura, agora você já sabe!

Karine disse...

Percebi q a roupa do clown diz muito sobre ele, revela traços de sua personalidade, mesmo que ela ainda nem tenha se manisfestado completamente.

Cada aula está sendo muito importante para mim; e colocar o nariz traz sim toda uma 'pele' que é ao mesmo tempo proteção e identiificação deste clown!

Beijos

Harley 071112 disse...

Sobre a roupa do clown...

No decorrer da disciplina, pensei que escolher uma roupa para ao clown fosse uma tarefa árdua... Sim, é uma tarefa árdua, mas que não é feita por mim... Mas quem faria essa tarefa então? Oras, quem!... O clown, é claro! eu pensava o seguinte: 'Bom, já que eu vou escoher a roupa antes do 'clown assumir', então que vai escoher a roupa sou eu...
Nada disso. Percebi, ao longo do tempo, que o clown 'decide' o que vai usar. Às vezes, eu escolho uma roupa que penso que vai agradá-lo, e ele prefere usar as minhas roupas do dia-a-dia... engraçado...
É como se eu mostrasse uma roupa para alguém e esse alguém escohesse por sua própria vontade. Já disse uma vez e repito: o clown não sou eu. A escolha final não depende de mim. Um exemplo: Eu costumo conversar bastante. O clown já fala muito pouco. Ele ainda está aprendendo a 'usar a materialidade do corpo'... O clown escolhe o traje de acordo com aquilo que quer mostrar, ou também de acordo com aquilo que quer procurar... Estamos nos conhecendo...

Ana Wuo disse...

Harley, as escolhas nos escolhem ? Sempre me perguntei porque eu sou ou estou um clown? Como escolhi essa profissão? Para voce pensar: voce escolhe o clown ou é escolhido por ele?

O Andarilhus disse...

- Essa história da roupa as vezes me confunde, certo o palhaço por vezes escolhe o que ele quer vestir mas como achar o equilíbrio entre o que ele quer vestir e o que é esteticamente interessante sem perder a expontaneidade do processo(s).
-Que tal rechearmos essa discussão ou eu estou viajando sozinho?

Jhonny Russel disse...

Muito boaa pesquisa moça. to lendo também uma material do LUME e agora vou acompanhar aqui sua casa.

continue.

jhonny russel